Posts Recentes

Como desfazer a união estável?


Quando o casal passa bastante tempo se relacionando e demonstram um desejo público de constituir família, eles podem estar vivendo em união estável. Quando eles em união estável decidem se separar, é preciso que esta separação seja formalizada por meio de uma dissolução de união estável.

Vou explicar como funciona a dissolução.


O que é união estável?

A união estável é a relação entre duas pessoas com a intenção de constituir família. Além disso, a união estável deve ser pública e duradoura.


O que é dissolução de união estável?

Quando duas pessoas que vivem em união estável não querem mais ficar juntas, elas devem recorrer ao procedimento de dissolução de união estável para formalizar que não desejam permanecer juntas, assim como acontece com o processo de divórcio para o casamento.


Como funciona a união estável?

Funciona basicamente como um casamento. Todos os deveres e direitos de pessoas casadas são aplicáveis à união estável, inclusive o regime de comunhão parcial de bens.


A partir de quanto tempo é caracterizada uma união estável?

Ao contrário do que muitos pensam, não existe período mínimo para se configurar uma união estável. Também não é necessário que o casal viva junto.


Quais direitos tenho na dissolução da união estável?

Como no casamento, após desfeita a união estável, as partes devem realizar a divisão dos bens existentes, o que se denomina meação. Aquilo que foi construído durante a convivência torna-se patrimônio dos dois e, portanto, deve ser partilhado.

Há ainda a possibilidade de o companheiro(a) solicitar a pensão alimentícia, caso haja necessidade.


Quais os direitos dos filhos na separação de uma união estável?

Na união estável, os filhos terão direitos a herança, em caso de morte de seus pais, além de poderem solicitar o pagamento de pensão alimentícia.


É necessário desfazer a união estável?

Sim. É necessário que seja formalizada a dissolução da união estável para que haja divisão de bens, acordo entre pagamento de pensão alimentícia para o companheiro, além de outras formalidades.


Como desfazer uma união estável?

Para fazer dissolução da união extrajudicial, ou seja, em cartório, terá que haver consenso entre as partes em relação à partilha de bens e não poderá haver filhos menores de idade.


Você poderá fazer a dissolução em cartório mesmo que não tenha feito o registro da sua união estável.


A dissolução de união estável será judicial no caso de o casal ter filhos menores ou filhos incapazes de agir sem assistência ou representação de um adulto.


Como é feita a divisão de bens na união estável?

Se durante a união estável o casal adquiriu bens, aquilo que foi adquirido deve ser dividido na proporção de 50% para cada um dos companheiros.

É preciso o reconhecimento oficial da união para definição do patrimônio comum a ser partilhado.

Bens que foram recebidos por doação ou herança não entram na partilha.

A divisão pode ser feita em momento posterior ao procedimento de união estável.


Qual o prazo para desfazer uma união estável?


A dissolução de união estável pode ser feita a qualquer momento. Não existe prazo máximo ou mínimo para que ela seja desfeita.


Quanto tempo leva para desfazer uma união estável?

Isso dependerá do tipo de dissolução que será realizada. Em cartório, extrajudicialmente, a formalização da dissolução pode acontecer no mesmo dia.

Se a dissolução de união estável for levada ao Poder Judiciário, a duração dependerá da velocidade de processamento de cada vara.


Onde desfazer a união estável?

Os casos de dissolução de união estável poderão ser julgados tanto na cidade onde reside o réu do réu, quanto na do autor ou autora da ação.

Caso exista filho e haja a necessidade de pensão para ele, a ação poderá acontecer no lugar onde o filho reside.


Quais documentos são necessários para dissolver uma união estável?


Os documentos necessários acabam variando, a depender da localidade e do cartório em que se faça. No geral, os documentos recorrentes são:


Cópia da Carteira de Identidade e CPF;

Comprovante de renda (cópia do contracheque, benefício do INSS, declaração de isento do IR ou declaração de IR);

Cópia de comprovante de residência (conta de água, luz ou telefone, etc);

Cópia da Certidão de Nascimento dos filhos (se houver);

Lista de bens móveis;

Se houver carro (cópia do certificado de propriedade) e imóvel (matrícula do registro de imóveis ou cópia do contrato de compra e venda);

Declaração de tempo de convivência assinada por 03 testemunhas, (reconhecer firma em cartório);

Número da conta e da agência ou cópia do cartão bancário para depósito de pensão alimentícia (se houver pedido).

Estes documentos costumam servir para o litigioso (judicial) e para o extrajudicial em cartório.


Preciso pagar para desfazer uma união estável?

Sim. Há custos com advogado e taxas do Judiciário ou cartório.

É necessário um advogado para desfazer uma união estável?


Sim. Seja judicial ou extrajudicial - feita no cartório, a representação por advogado é fundamental. Ainda que se trate de uma extinção consensual de união estável amigável e feita por meio de escritura pública, você deverá ser acompanhado de um advogado.


Mai informações pode entra em contato:

Agende sua consulta: (48) 3322 4471 / (48) 3209 4471 / (48) 99981 0124



Dra. Teresinha de Fátima Silva, OAB/SC 7.664

Especialista em direito de família